AGENDE SUA CONSULTA
11 3266-2418
11 3266-2112
Whatsapp11 98752-2272
Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !
Avaliação Online Transplante FUE
FALE COM O DR. FABRÍCIO

Blog Transplante Capilar Dr. Fabricio Ribeiro

Metade dos brasileiros pode ficar carecas antes dos 50 anos

20/06/2014 | Calvície

Calvície

De acordo com as estimativas da Organização Mundial da Saúde, metade dos homens serão atingidos pela calvície masculina androgênica até completarem 50 anos. Causada por herança genética, essa disfunção capilar acomete homens e mulheres, mas é mais observada em homens pois está relacionada à testosterona, hormônio masculino.

Nos indivíduos predispostos a desenvolver a calvície, a testosterona reage com a enzima 5-alfa-redutase e resulta em diidrotestosterona (DHT), substância que provoca o afinamento dos fios capilares e, posteriormente, os leva à queda. Além disso, há outros motivos responsáveis pela queda capilar em homens – denominada apenas de calvície – como a alimentação, o estresse e disfunções no organismo. Portanto, é preciso ficar atento aos primeiros sinais, para tratar adequadamente da saúde e do bem-estar!

Calvície feminina

Durante toda a vida, as mulheres também podem apresentar queda capilar, seja por fatores hormonais, dieta defasada, resposta a produtos químicos, entre outros. A calvície feminina androgênica, causada pela reação da testosterona com a 5-alfa-redutase, é a mais comum de ser observada, apesar de as mulheres possuírem esse hormônio masculino em baixa quantidade. Diferentemente de como ocorre com os homens, que os fios vão rareando na região frontal, a calvície nas mulheres acontece uniformemente do centro para as laterais do couro cabeludo.

Mas, a fase mais suscetível para as mulheres desenvolverem qualquer tipo de calvície é após a menopausa, pois o organismo está com menos proteção do estrogênio, importante hormônio feminino.

A fim de saber qual é a causa da calvície e o tratamento ideal para reestabelecer o cabelo, é recomendável procurar auxílio médico e realizar os exames clínicos necessários. Se você tiver dúvidas sobre esse assunto, mande um e-mail para nós ou marque uma consulta.