AGENDE SUA CONSULTA
11 3266-2418
11 3266-2112
Whatsapp11 98752-2272
Assista a entrevista com Dr Fabrício no Jornal da Record !
Avaliação Online Transplante FUE
FALE COM O DR. FABRÍCIO

Blog Transplante Capilar Dr. Fabricio Ribeiro

FUE – Implante Capilar Sem Cicatriz Linear

A técnica FUE (Follicular Unit Extraction) surgiu em 2002 a partir de pesquisas na área de implante capilar. Ele marcou o retorno dos princípios de outro método popularizado nos anos 1950, o Punch, no qual a retirada era feita por leva de fios, até 30 de uma vez. A diferença entre eles se deu na quantidade de fios retirados, que diminuiu.

Por oferecer o mínimo de danos aos pacientes, esse é um procedimento indicado na maioria dos casos. Cabe ao cirurgião plástico dar a palavra final, dependendo da situação em que o couro cabeludo ou os cabelos se encontram. Para quem tem calvície, por exemplo, outra técnica pode ser mais adequada do que a FUE.

Proibido Cicatriz

Quais são as principais vantagens da técnica FUE de implante capilar?

A primeira vantagem da técnica FUE é que não há cicatriz linear aparente. Como o instrumento que realiza o procedimento é menor que 1 milímetro, a cicatriz é puntiforme, permitindo que o paciente utilize cabelos curtos na área doadora.

Por ser uma cirurgia simples, esse método é menos invasivo, já que não há necessidade da retirada de uma parte do couro cabeludo para a sua realização e nem de pontos. Dessa forma, as dores do pós-operatório são bem menores e apenas é sentido um pequeno desconforto na área.

Com a FUE, é possível realizar a correção de cirurgias que tenham tido um resultado insatisfatório ou de cicatrizes profundas no couro cabeludo, já que os folículos são extraídos e transplantados em regiões com algum tipo de trauma. Tudo isso com risco cirúrgico muito baixo, pois não há necessidade de internação.

Existe a possibilidade de o paciente utilizar folículos de outras regiões do corpo, principalmente os que tem uma área doadora pobre, sendo os pelos da barba ou até mesmo do peito as melhores opções. Essa técnica é conhecida como BHT (Body Hair Transplant).                               

Além de todas as vantagens citadas acima, o paciente pode ter certeza de que o resultado do procedimento fica muito natural. Isso porque, com a técnica FUE, os folículos são retirados de modo que a densidade da área doadora diminui e há um equilíbrio com a área receptora.

Como a técnica FUE é realizada?

Primeiro, os cabelos da região da área doadora devem ser raspados. Assim, é possível introduzir o pequeno punch, aparelho que realiza a retirada dos folículos aos poucos, normalmente de um a quatro folículos, sem danos ao couro cabeludo do paciente.

Punches

Por conta desse número reduzido na hora da retirada, ao contrário do que acontece com a técnica FUT (Follicular Unit Transplantation), o tempo de realização do procedimento é maior. Entretanto, a FUE pode ser feita até em cabelos com uma elasticidade deficitária, não havendo grandes impedimentos.

Resumo Fue

FUE – Implante capilar sem cirurgia

Uma das principais técnicas de implante capilar utilizadas por cirurgiões plásticos de todo o mundo, a FUE dá mais liberdade e garantia ao paciente, já que não há suturas ou dor, apenas desconforto na região doadora. A cicatrização acontece em até uma semana e é possível realizar uma nova sessão em menos de 30 dias.